Filme Paraísos Artificiais

Em uma paradisíaca praia do Nordeste brasileiro, Shangri-La -um enorme festival de arte e cultura alternativa – é pano de fundo de experiências sensoriais intensas entre três distintos jovens contemporâneos: Nando (Luca Bianchi), a DJ Érica (Nathalia Dill) e sua melhor amiga Lara (Lívia de Bueno). Sem que percebam, como meras peças de um caótico jogo do destino, o encontro muda radicalmente suas vidas para sempre.
Uma trama envolvente, em pleno boom da música eletrônica no Brasil, que apresenta uma comovente história de amor e superação, o envolvimento de jovens de classe média no tráfico internacional de entorpecentes, intensas celebrações, conflitos e destinos cruzados pelo tempo.
Dos produtores de Tropa de Elite I e II, PARAÍSOS ARTIFICIAIS é um filme de Marcos Prado – premiado diretor de Estamira – e foi rodado em Amsterdam, no Recife e no Rio de Janeiro.

Veja o Trailer:

 

Cheech and Chong – Nice Dreams (Legendado)

Nice Dreams é o terceiro filme da dupla Cheech and Chong, que conta com a participação especial do Dr. Timothy Leary (professor da Universidade de Harvard em Psicologia e um dos maiores defensores do uso de LSD). Foi lançado em 1981 pela Columbia Pictures.

Quebrando o Tabu – Filme sobre as drogas

Quebrando o Tabu é um filme brasileiro sobre a temática do combate às drogas, dirigido por Fernando Grostein Andrade com a participação em depoimentos de personalidades como Fernando Henrique Cardoso, Paulo Coelho e Dráuzio Varella.

 

Veja o trailer oficial:

 

 

Veja no youtube o filme completo:

 

 

Sinopse

Na década de 70 os Estados Unidos fizeram o planeta declarar guerra às drogas, numa tentativa de obter um mundo livre de drogas. Mas os danos causados por elas nas pessoas e na sociedade só aumentaram. Com várias personalidades como Fernando Henrique Cardoso, o filme sai ao encontro de soluções, princípios e conclusões, mantendo o foco das discussões em torno da descriminalização das drogas. Bill Clinton, Jimmy Carter e ex-chefes de Estado, como daColômbia, do México e da Suíça, mostram o motivo de suas opiniões. É capturado o relato de pessoas comuns, que tiveram suas vidas atingidas pela Guerra às Drogas, até experiências de Drauzio Varella, Paulo Coelho e Gael Garcia Bernal.