Qual a melhor Seda Brown? Seda Raw vs Smoking vs OCB

Confiram a avaliação de qual a melhor seda Brown do mercado! Testamos a Seda Raw Classic vs a Seda Smoking Brown e a OCB Unbleached Brown.

 

Estas sedas você encontra na loja virtual: http://www.madrugashop.com

Seda Elements King Size

Papel para enrolar ou seda para enrolar Elements.

Pra quem gosta de enrolar com um papel diferente, vejam este vídeo com a avaliação da Seda Elements King Size. Seda espanhola da mesma fabricante da seda RAW.

 

Esta seda você encontra na loja virtual: http://www.madrugashop.com

Seda RAW finalmente no Brasil

Esta seda está realmente dando o que falar. Com apenas 5 anos de existência, essa marca já vem ocupando uma posição de destaque no mercado mundial pela inovação dos produtos e pela qualidade do papel.

raw_king_size_dsp

Ela é super fina, não leva química no processamento, o que não altera o sabor do tabaco ou erva quando se fuma, e tem um padrão de micro relevo entrelaçado que a deixa com uma queima lenta e perfeita. É simplesmente uma seda para conhecedores.

E parece que no mundo todo já se fala muito bem dela, o site americano westword, por exemplo, a elegeu como seda no 1 entre 7 finalistas, e olha que se você quer alguém que entenda de seda, além dos holandeses, são os americanos, principalmente na California!

Para quem quer experimentar esta seda de altíssimo nível, procure pelas sedas RAW no site www.madrugashop.com

Maconha Vs Alcool

Por que será que o álcool é tão aceito e a maconha é tão discriminada? Grande parte dos homicídios que acontecem no Brasil tem como parte da causa o álcool, que deixa a pessoa agressiva, briguenta, enquanto que a maconha deixa a pessoa pacata e “na paz”.

Olhem só os EFEITOS que cada substância produz:

:: MACONHA

Brisado

Sensação de felicidade, leveza, dificuldade para andar, sentidos aguçados, libido estimulada, tranqüilidade, sonolência, perda de noção do tempo e de espaço.

Após uso em excesso, usuário lembra de tudo o que aconteceu durante o efeito. Pode ocorrer náusea e vômito, porém não há registro de overdose de THC (Segundo pesquisas, são necessárias toneladas de maconha para que ocorra overdose).

:: ALCOOL

931

Perda dos reflexos, falta de equilíbrio, agressividade, tristeza, coragem, inconseqüência, comprometimento da dicção, euforia, vontade de externar os sentimentos, vontade de falar.

Após uso em excesso, usuário pode não se lembrar do que aconteceu, ou lembrar como se “tivesse sonhado”. Além da perda de consciência o indivíduo pode chegar ao coma alcoólico.

Pense nisso!

Maconha não é considerada droga na Coréia

A Coreia do Norte, o país mais amordaçado, conservador e controlador do mundo é, quem diria, um paraíso para os maconheiros. Apesar da postura séria do governo sobre uso e distribuição de drogas pesadas, como cristal de metanfetamina, a maconha não é considerada droga.
maconha-na-coreia2

Há relatos frequentes de visitantes retornando da Coreia do Norte, dizendo que há plantas de maconha crescendo livremente ao longo das estradas, da cidade portuária de Chongjin, ao norte, até as ruas da capital Pyongyang.
maconha-na-coreia

Na Coreia do Norte, a droga atende pelo nome de ip tambae, ou “folha de tabaco”, comumente relatada por ser especialmente popular entre os jovens soldados do exército norte-coreano. Ao invés de ficarem viciados em alcatrão e nicotina como os milicos do Ocidente, eles conseguem relaxar acendendo um baseado king-size durante a folga na ronda.

O que é Kush?

Você já se deparou com algum produto com o sabor Kush?

Lá nos Estados Unidos você já pode encontrar alguns produtos com o sabor Kush, e no Brasil eu já vi algumas Blunt Wraps com este sabor.

marijuana-soda

Kush é um sub-tipo da Cannabis, mais particularmente da Cannabis indica, veja a foto dela abaixo:
Kush-planta

As cepas dessa Cannabis já são cultivadas por empresas farmacêuticas (não no Brasil, é claro) trazendo inúmeros benefícios no tratamento de diversos males.

10 Fatos sobre a Maconha

1. Temos larica porque o THC, o ingrediente ativo da maconha, inibe um receptor canabinóide conhecido como CB1. Esse receptor também é responsável por sinalizar o hormônio da supressão da fome, a leptina. Quando o CB1 é bloqueado, a leptina não se ativa.

larica
2. É praticamente impossível ter uma overdose de maconha. São necessários mais de 800 baseados pra matar alguém e a causa ainda seria por asfixia de monóxido de carbono e não pelo THC!

3. O Paraguai é o maior produtor de canábis do mundo.

4. A maconha foi primeiramente utilizada como tratamento medicinal na China em 1737. Era utilizada pra diminuir as dores causadas pelo reumatismo e gota.

5. A primeira lei emitida sobre a maconha nos Estado Unidos exigia que os fazendeiros plantassem cânhamo. As colônias cultivavam o cânhamo para a produção de vestuário, velas e cordas. É isso mesmo, produção?

6. Ambos George Washington e Thomas Jefferson eram donos de plantações de maconha. Jefferson redigiu a Declaração de Independência em um papel feito de maconha. Independência e maconha tem tudo a ver, né?

7. Nos EUA, a canábis é a 4ª colheita que vale mais e representa um mercado equivalente de 36 bilhões de dólares. Com a proibição, boa parte desse dinheiro está no mercado negro, além do que não é contabilizado.

8. A erva era usada como “remédio da verdade” pelo governo norte-americano durante a 2ª Guerra Mundial. Eram misturadas nos cigarros e dadas aos detidos para que eles fossem mais “sinceros”.

9. Você deveria vaporizar a maconha ao invés de fumar. Um vaporizador aquece a maconha quase que fervendo, evaporando o THC, mas sem queimar, então você consegue ficar chapado sem tragar a fumaça proveniente da combustão.

10. A palavra Marijuana é desconhecida na etimologia do espanhol falado no México, porém ela substituiu a palavra cannabis e cânhamo na década de 1930.

Maconha faz mal? Como reduzir seus danos?

Ninguém aqui seria ingênuo ao ponto de afirmar que maconha não faz mal, já está provado que a maconha faz mal, assim como o cigarro e o álcool fazem mal, mas o que é a vida sem um cigarrinho ou uma birita vez ou outra, não é mesmo?

O que vamos tratar aqui são formas de se reduzir seus danos.

O meio mais comum de se fumar, é através de cigarros, chamados popularmente de baseados, ou becks. A primeira atitude que você deve considerar é o uso de um filtro. O simples fato de você colocar um filtro no seu cigarrinho, já diminue os efeitos nocivos da fumaça, sem reduzir o “barato”.

20140126-230739.jpg

Um outro método que você deveria tentar são os bongs. Os bongs, ou cachimbos de água, são uma forma muito menos danosa do que o baseado ou o pipe, pois o fato de a fumaça passar por dentro da água antes de ser tragada, faz com que partículas indesejadas fiquem ali retidas, além de esfriar consideravelmente a fumaça.

20140126-230846.jpg
É possível encontrar em alguns lugares, um produto relativamente novo no mercado brasileiro, chamado vaporizador, esse sim é um meio bem mais saudável de se fumar maconha, pois ele não queima a erva literalmente, ele apenas aquece a Cannabis na temperatura ideal para volatilizar os cannabinoides, que é em torno dos 190 graus. O que esse aquecimento gera, é simplesmente vapor, e se for um vaporizador de mesa, ele irá encher os balões próprios do aparelho, e o usuário irá tragar diretamente do balão, sem causar dano à sua saúde. Se o vaporizador for portátil, o usuário irá tragar diretamente de um canudo que sai do aparelho. Por isso esse é o meio mais popular nos países onde a maconha medicinal é permitida, pois muitos dos pacientes já estão com sua saúde realmente debilitada, então esse é o meio ideal para essas pessoas. Não é muito comum no brasil, por causa dos altos valores que custam os aparelhos em relação aos meios mais populares. Mas se o caso for para cuidar de sua saúde, não há investimento mais válido para o usuário. Sem contar que esse é o meio mais discreto possível, não há fumaça e o produto parece uma carteira.

Um forte abraço a todos, e até a próxima.

The Flower – E se a maconha não fosse proibida?

“The Flower” é um premiado curta que contrasta duas sociedades.

Numa delas, o cultivo e comércio de uma certa flor do prazer são permitidos. Na outra, o cultivo e comércio dessa mesma flor são ilegais. O vídeo é uma provocação a respeito dos custos sociais e econômicos dessa proibição.

O curta foi feito por Haik Hoisington e Ion Furjanic.

Assista que vale a pena, é bem curtinho!

Colorado aprova legalização de cannabis para fins recreativos

O Estado do Colorado (EUA) tornou-se, nesta quarta-feira, 6 de Novembro de 2013, no primeiro estado norte-americano a dar “luz verde”, através de um referendo, à legalização do consumo de cannabis para fins recreativos, segundo a imprensa local.

De acordo com o diário Denver Post, a proposta foi aprovada por 52,7 por cento dos eleitores contra 47,3 por cento que se opuseram à mesma, enquanto os canais de televisão CNN e a NBC constataram que 53 por cento manifestou-se a favor e 47 por cento contra.

O referendo foi realizado por ocasião das eleições presidenciais.

Jovem fuma maconha em uma festa de Réveillon que celebra o início da venda da droga em Denver

Jovem fuma maconha em uma festa que celebra o início da venda da droga em Denver