Maconha faz mal? Como reduzir seus danos?

Ninguém aqui seria ingênuo ao ponto de afirmar que maconha não faz mal, já está provado que a maconha faz mal, assim como o cigarro e o álcool fazem mal, mas o que é a vida sem um cigarrinho ou uma birita vez ou outra, não é mesmo?

O que vamos tratar aqui são formas de se reduzir seus danos.

O meio mais comum de se fumar, é através de cigarros, chamados popularmente de baseados, ou becks. A primeira atitude que você deve considerar é o uso de um filtro. O simples fato de você colocar um filtro no seu cigarrinho, já diminue os efeitos nocivos da fumaça, sem reduzir o “barato”.

20140126-230739.jpg

Um outro método que você deveria tentar são os bongs. Os bongs, ou cachimbos de água, são uma forma muito menos danosa do que o baseado ou o pipe, pois o fato de a fumaça passar por dentro da água antes de ser tragada, faz com que partículas indesejadas fiquem ali retidas, além de esfriar consideravelmente a fumaça.

20140126-230846.jpg
É possível encontrar em alguns lugares, um produto relativamente novo no mercado brasileiro, chamado vaporizador, esse sim é um meio bem mais saudável de se fumar maconha, pois ele não queima a erva literalmente, ele apenas aquece a Cannabis na temperatura ideal para volatilizar os cannabinoides, que é em torno dos 190 graus. O que esse aquecimento gera, é simplesmente vapor, e se for um vaporizador de mesa, ele irá encher os balões próprios do aparelho, e o usuário irá tragar diretamente do balão, sem causar dano à sua saúde. Se o vaporizador for portátil, o usuário irá tragar diretamente de um canudo que sai do aparelho. Por isso esse é o meio mais popular nos países onde a maconha medicinal é permitida, pois muitos dos pacientes já estão com sua saúde realmente debilitada, então esse é o meio ideal para essas pessoas. Não é muito comum no brasil, por causa dos altos valores que custam os aparelhos em relação aos meios mais populares. Mas se o caso for para cuidar de sua saúde, não há investimento mais válido para o usuário. Sem contar que esse é o meio mais discreto possível, não há fumaça e o produto parece uma carteira.

Um forte abraço a todos, e até a próxima.

Anúncios

The Flower – E se a maconha não fosse proibida?

“The Flower” é um premiado curta que contrasta duas sociedades.

Numa delas, o cultivo e comércio de uma certa flor do prazer são permitidos. Na outra, o cultivo e comércio dessa mesma flor são ilegais. O vídeo é uma provocação a respeito dos custos sociais e econômicos dessa proibição.

O curta foi feito por Haik Hoisington e Ion Furjanic.

Assista que vale a pena, é bem curtinho!

Colorado aprova legalização de cannabis para fins recreativos

O Estado do Colorado (EUA) tornou-se, nesta quarta-feira, 6 de Novembro de 2013, no primeiro estado norte-americano a dar “luz verde”, através de um referendo, à legalização do consumo de cannabis para fins recreativos, segundo a imprensa local.

De acordo com o diário Denver Post, a proposta foi aprovada por 52,7 por cento dos eleitores contra 47,3 por cento que se opuseram à mesma, enquanto os canais de televisão CNN e a NBC constataram que 53 por cento manifestou-se a favor e 47 por cento contra.

O referendo foi realizado por ocasião das eleições presidenciais.

Jovem fuma maconha em uma festa de Réveillon que celebra o início da venda da droga em Denver

Jovem fuma maconha em uma festa que celebra o início da venda da droga em Denver

Comprar Bong Online – Como usar o Bong

Se você é daqueles que nunca experimentou um bong, saiba que há benefícios em se bongar, ou seja utilizar o bong ao invés de fumar ervas enrolando um cigarro.

O método da bongada é considerado pelos usuários como um modo mais saudável de fumar qualquer erva, um “redutor de danos”, pois resfria a fumaça e a purifica com a água, melhor que a utilização de pipes ou baseados, que deixam a brasa muito próximas à face e fazem a fumaça esquentar a garganta, causando posteriores danos.

É provável que indivíduos que praticam esta técnica são menos sujeitos a alguns tipos de câncer, além de prevenir outras inconveniências do método tradicional.

Há dois tipos principais de bongs:

  • Bongs de Vidro – Mais caros e por serem mais delicados, quebram mais fácil, a vantagem é não alterarem tanto o sabor da erva e serem mais fáceis de serem limpos
  • Bongs de Acrílico – Mais fáceis de serem encontrados pois são mais baratos e mais resistentes.

Veja alguns modelos de bongs encontrados no mercado:

bong-404-roxo bong504-azul-claro bong-532-amarelo

Como usar o Bong

Usar o bong é bastante fácil:

  1. Encha o bong de água até cobrir uns dois dedos do tubo de metal,
  2. Coloque a erva no pequeno fornilho de metal
  3. Acenda a erva com um isqueiro de chama normal (tipo Bic) – deixe a chama acesa até sair fumaça
  4. Vá puxando a fumaça pela parte cima do bong, no bocal mais largo.
  5. A maioria dos bongs tem um pequeno furinho na lateral, tampe-o com o dedo para melhor puxar a fumaça

bong-smoking-blonde

Nas lojas especializadas você pode comprar também uma telinha de metal para o fornilho do bong, o que facilita na hora de dar uma bongada.

Ficou interessado? Você pode comprar um Bong online pela loja Madrugashop. (www.madrugashop.com)

Quer comprar um bong barato – veja este modelo de bong barato.